maio 17, 2021
Benefício

Cartão CRIA é concedido à primeira criança com síndrome congênita por Zika Vírus

Auxílio deve ser destinado à aquisição de alimentos para melhoria da qualidade nutricional de gestantes, bebês e crianças

Felipe Brasil
Auxílio, no valor mensal de R$ 100, deve ser destinado à compra de alimentos para melhorar a qualidade nutricional de gestantes, bebês e crianças

Texto de Agência Alagoas

A entrega regionalizada do Cartão CRIA pelo Governo do Estado teve sequência na manhã desta quinta-feira (4) na cidade Maragogi. O maior programa de transferência de renda de Alagoas foi recebido na região da Costa dos Corais ao som de “Anunciação”, clássico de Alceu Valença, executado por um grupo de crianças da rede pública de ensino. A trilha sonora emoldurou um gesto exemplar.

A ocasião foi marcada pela entrega do benefício à Mayara dos Santos, mãe do pequeno Alejandro, 4 anos, primeira criança com microcefalia acometida pela síndrome congênita de Zika vírus. Beneficiária do bolsa-família, ela recebe 171 reais por mês do programa federal. Com o Cartão CRIA, a renda de Mayara terá um acréscimo mensal de 100 reais especialmente para melhorar a qualidade nutricional na alimentação do filho.

A primeira parcela do benefício já será paga no próximo dia 15 para as primeiras 9 mil famílias cadastradas em todo o estado. Até o final de 2022, o Governo de Alagoas estima que o recurso seja concedido a 180 mil famílias alagoanas com gestantes, bebês e crianças até 6 anos de idade – incluindo todas aquelas crianças portadoras da síndrome congênita por Zika vírus, sendo que essas receberão até os 7 anos de idade – que vivem na pobreza ou extrema pobreza.Confira aqui quem pode receber e como se cadastrar.

“O Estado faz esse gesto para ajudar as pessoas e por conta da dificuldade que vive o país em função da pandemia”, disse o governador Renan Filho, ao entregar os cartões para as primeiras 124 famílias de Maragogi. “Vamos aportar 220 milhões de reais em cartões no valor mensal de R$ 100 para as famílias mais pobres. O Cartão CRIA vai beneficiar as famílias mais carentes, aumentar renda e possibilitar a geração de novos empregos pelo crescimento do consumo local”, detalhou o chefe do Executivo, ao arrematar: “Cada real posto na mão do povo para consumir representa 1,78% a mais de PIB [Produto Interno Bruto]. É por isso que o Estado brasileiro só será completo quando perceber o maior desafio é pegar a maior parte do recurso e entregá-lo a quem tem quase nada”.

O prefeito de Maragogi, Fernando Sérgio Lyra, destacou que o valor fará a diferença na vida de muitas pessoas: “Quem ama cuida, mas eu acho que, com esse programa, quem ama, cuida… e cria. Além disso, o CRIA reforça um programa nosso, o Maragogi na Escola, que transfere um valor para quem mantêm as crianças em sala de aula”, comemorou o gestor.

Desde que foi lançado em Maceió, na última segunda-feira (1), o Cartão CRIA já foi entregue para mamães e gestantes nas cidades de São Miguel dos Campos e Palmeira dos Índios. A ação integra o Programa CRIA – Criança Alagoana, iniciativa do Governo de Alagoas que objetiva conceber, promover e integrar políticas públicas para a primeira infância.