setembro 27, 2021
Infraestrutura

Casal investe R$ 7,3 milhões para melhorar abastecimento do Jacintinho

Obras da empresa também vão reduzir desperdícios provocados por vazamentos

Ascom Casal

Agência Alagoas

Texto de David Bulhões

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) investe o montante de R$ 7,3 milhões para melhorar o abastecimento do bairro Jacintinho, em Maceió. Os trabalhos da empresa estão em andamento e têm conclusão prevista para novembro de 2021.

De acordo com o superintendente de engenharia da Casal, Paulo Bandeira, “o projeto é dividido em três frentes: construção de um sistema adutor partindo do reservatório R1 e de unidades da bateria de poços tubulares do Jacintinho para o reservatório R7, incrementando a vazão de água disponibilizada na parte baixa do bairro; interligação de poços e da adutora do Sistema Pratagy ao reservatório R6-A, com a implantação de poço de sucção de 350 metros cúbicos (m³) e de estação elevatória de água; e, por fim, execução de anéis de distribuição para equalizar as pressões na rede de distribuição”.

Ao todo, a Casal vai instalar 18 mil metros de novas adutoras de PVC Defofo, com diâmetro variando de 100 a 300 milímetros (mm). Também se incluem nessa conta mais 1.000 metros de adutoras em ferro fundido, essas com as dimensões entre 400 e 500mm. Essas tubulações incrementarão o volume de água disponível aos moradores do Jacintinho.

Para o vice-presidente de Gestão de Serviços de Engenharia da Casal, Geraldo Leão, “esse investimento é fundamental para melhorar consideravelmente a quantidade de água no bairro e adjacências, promovendo uma melhor qualidade de vida à população”. “Lembro que a Casal vem investindo centenas de milhões de reais nos últimos anos a fim de melhorar gradativamente os sistemas de abastecimento em todo o estado de Alagoas”, complementou o vice-presidente.

Outro benefício das obras será a redução do desperdício de água por vazamentos. “As obras vão equalizar as pressões nas adutoras, diminuindo a frequência de rompimentos na rede de distribuição e, sendo assim, melhorando o atendimento à população”, explicou Paulo Bandeira.

Por essa razão, as frentes de serviço estão em várias ruas do bairro. Em alguns locais pode haver um transtorno temporário para moradores e para o tráfego de veículos, porém, o resultado será um benefício permanente para todos.