julho 31, 2021
Brasil

Dois alagoanos feridos no acidente com ônibus em Minas Gerais recebem alta hospitalar

Ônibus de empresa de Mata Grande caiu de viaduto de aproximadamente 15m em Minas Gerais

Foto: Redes Sociais

Cada Minuto

Pouco mais de uma semana após o acidente com o ônibus de Alagoas, que caiu de um viaduto em João Monlevade, Região Central de Minas Gerais, dois alagoanos feridos na tragédia receberam alta hospitalar neste sábado (12).

As duas vítimas estavam internadas no Hospital Margarida, em João Monlevade, e são uma mulher de 27 anos da cidade de Mata Grande (AL) e um homem de 25 de Delmiro Gouveia (AL).

Cinco feridos ainda continuam internadas. Dois homens no Hospital Margarida e três no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.

Ainda segundo um boletim divulgado na última sexta-feira (11), pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), um adulto e duas crianças permaneciam internados no Hospital João XXIII. Conforme a divulgação, o homem, de 33 anos, está no CTI, em estado grave e estável. Um menino, de 10 anos, está UTI Pediátrica, também em estado grave, estável e já apresentado algumas melhoras. A outra criança, uma menina, de 7 anos, está bem e estabilizada.

O ônibus da empresa Localima Turismo saiu de um povoado na zona rural de Mata Grande, em Alagoas, na manhã de quinta-feira (3) e ia para São Paulo (SP). O coletivo caiu do viaduto na sexta-feira (4). Dezenove pessoas morreram e 27 ficaram feridas no acidente.

Os corpos dos alagoanos que morreram na tragédia, foram enterrados na terça-feira (8). Quatorze corpos foram trazidos por um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) e levados pelo Corpo de Bombeiros de Alagoas, para as cidades de Mata Grande, Água Branca, Delmiro Gouveia e Pariconha.

*Com G1/MG