setembro 23, 2021
COVID-19

Em nota, Milagres do Toque diz que vai suspender réveillon e fala em perseguição

Foto: Cortesia


Cada Minuto

Após a decisão da Justiça que suspendeu o Réveillon Milagres do Toque enviou uma nota à imprensa e falou em perseguição, já que outras pousadas e empreendimentos vão realizar a festa de réveillon.

Confira a nota na íntegra abaixo:

O Milagres do Toque, primeiro beach club da Rota Ecológica, responsável por empregar mais de 50 pessoas, em face da decisão judicial proferida no dia 25 de dezembro pelo desembargador José Carlos Malta Marques, resolveu cancelar todos os eventos programados até o dia 30 de dezembro, inclusive o Réveillon Milagres do Toque, que seria realizado na noite do dia 31, para um público de somente 300 pessoas, de acordo com a Decreto do Governo do Estado e seguindo todos os protocolos sanitários.

Em Nota oficial, o empreendimento diz que vai respeitar a decisão, apesar de não concordar com as alegações apresentadas. ´´Somos uma empresa séria, com uma proposta diferenciada junto aos nossos clientes, onde oferecemos uma experiência única em relação ao meio ambiente. Somos responsáveis por mais de 50 empregos diretos e outros 100 indiretos. Estamos dentro da lei, com todos os documentos válidos: CNPJ com permissão para realizar eventos; Alvará de Funcionamento da Prefeitura Municipal de São Miguel dos Milagres; Alvará do Corpo de Bombeiros e Licença de Operação do IMA. Todos esses documentos foram devidamente apresentados às autoridades. Mas na sentença judicial eles simplesmente foram citados como inexistentes.

Em relação ao evento no dia 31, o empreendimento afirma que ´´Fizemos um altíssimo investimento para contratar DJs, decoração, pessoal de apoio, novos colaboradores e fechar parcerias. Nosso prejuízo é enorme, não somente financeiro, mas prejuízo moral diante de nossos clientes, que, graças a Deus, estão entendendo a situação e nos dando apoio com manifestações positivas nas redes sociais. Nossa política de ressarcimento com as pessoas que já tinham comprado será feita imediatamente, com lisura e presteza. Mas vamos buscar nossos direitos para termos esse prejuízo equacionado´´.

Ainda segundo a nota, o Milagres do Toque Beach Club ´´Se sente bastante perseguido, já que ao longo da Rota Ecológica, vários empreendimentos e pousadas também irão fazer o evento da virada. Perguntamos: Porque somente o Milagres do Toque sofreu essa perseguição?´´.

Por fim, a nota afirma que “a opinião pública sabe da seriedade da nossa empresa. Sabe que estamos gerando emprego, sabe que nossos eventos são dentro da lei, sabe que protegemos a nossa área de restinga, diferente de um dos nossos denunciantes, vizinho do empreendimento, que desmatou sua área de restinga para construção. Enfim, vamos superar esse momento difícil com ajuda de Deus, de nossos colaboradores e de nossos clientes´´.