julho 31, 2021
Destaque

Renan contra-ataca denuncia e cancela mais de 4 mil perfis de robôs bolsonaristas nas redes sociais

O anúncio que o senador Renan Calheiros se tornaria relator da CPI da Covid gerou uma verdadeira guerra digital em suas redes sociais. O parlamentar alagoano virou alvo de perfis bolsonaristas que temem que seu relatório resulte em um pedido de impeachment ou na conclusão de que Bolsonaro e sua equipe são os responsáveis pela morte de milhões de brasileiros.

Num contra-ataque rápido, Renan tem utilizado um aplicativo que ajuda a identificar robôs e já solicitou ao Twitter o bloqueio de milhares de perfis falsos.

A ideia é conseguir identificar nas redes a verdadeira opinião pública e entender o que realmente pensam os brasileiros sobre a CPI. Isso porque as posições são divididas.

Enquanto bolsonaristas criticam a CPI e a relatoria de Renan, milhares de perfis apoiam o senador e defendem a instalação da comissão como melhor caminho para desvendar as falhas na gestão da pandemia. Para Renan, identificamos os robôs, fica mais fácil avaliar o sentimento dos brasileiros reais que se manifestam nas redes.

De acordo com a ferramenta que tem sido utilizada na rede do senador, apenas no último domingo, de 1 mil menções ao seu nome na relatoria, 67% foram feitas por robôs bolsonaristas. Outra característica identificada é que os perfis eram os mesmos que atuam em defesa de Bolsonaro quando ele critica lockdown e uso de máscaras.

Com base neste levantamento, ele pediu o cancelamento dos perfis, e já obteve resultados através das plataformas. Até esta terça-feira, mais de 4 mil desses perfis haviam sido suspensos pelo Twitter.

Notícia retirada do https://www.tribunadosertao.com.br/