junho 16, 2021
Política

Renan critica descaso de Bolsonaro e provocação de Pazuello

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) fez um desabafo, em suas redes sociais, sobre o descaso do presidente Jair Bolsonaro, que provocou grande aglomeração no Rio neste domingo (23), ao realizar um passeio de moto com apoiadores. Sem usar máscara, ele discursou no Monumento dos Pracinhas, no Aterro do Flamengo. Ao seu lado, também sem máscara, estava o general da ativa Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde.

Em uma de suas postagens, o relator da CPI da Covid criticou a aglomeração provocada pelo presidente e classificou o ato de Bolsonaro como uma “molecagem”.

“A prioridade é barrar a pandemia, mas Bolsonaro rema para trás. A procissão no Rio em louvor ao vírus é declaração de guerra ao SUS. O governador terá que explicar a molecagem com dinheiro público. Pazuello pisoteia disciplina e hierarquia e ri a céu aberto. A CPI terá muito assunto”, disse Renan.

Em outra postagem, Renan disse que o governo federal se comporta como “cavalo do bêbado”.

“O ministro vai ao Maranhão levar testes de Covid, enquanto o presidente, que já tinha aglomerado maranhenses, espalha vírus no Rio com Pazuello, um mentiroso assumido. Pessoas morrem e o governo se comporta como o cavalo do bêbado, que marcha para todo lado ao mesmo tempo”, afirmou o relator da CPI da Pandemia.