maio 14, 2021
Infraestrutura

Seduc anuncia investimentos para escolas de Marechal Deodoro

Benefícios contemplam todas as escolas estaduais no município

Thiago Ataíde
Comitiva da Secretaria da Educação fez, nesta quinta (18) uma inspeção nas três escolas da rede estadual, em Marechal Deodoro, para identificar as necessidades de infraestrutura

Agência Alagoas

Texto de Warner Filho

Nesta quinta-feira, 18, uma comitiva da Secretaria de Estado da Educação fez uma inspeção nas três escolas da rede estadual, em Marechal Deodoro, para identificar as necessidades de infraestrutura, dos alunos e dos servidores.

A primeira visita foi à Escola Estadual Deodoro da Fonseca, a mais tradicional da cidade, que tem 1136 alunos matriculados no ensino médio regular (tarde) e na educação de jovens e adultos, a EJA (noturno).

“Este ano vamos repassar 180 mil reais para a gestão desta escola administrar as necessidades e melhorias das unidades. Além disso, vamos entregar 600 carteiras novas, padronizadas. Também vamos climatizar as 12 salas e construir um laboratório de robótica para beneficiar os alunos”, destaca o secretário da educação, Fábio Guedes.

O prédio foi construído há 87 anos. Apesar das décadas de existência, ainda conserva traços da construção original e tem uma boa estrutura física. A diretora da escola, Sheyla Giló, já anseia pela execução dos serviços, que começam em breve.

“Para a gente hoje é um dia histórico. Faz anos que pedimos uma visita e finalmente chegou. Isso vai contribuir muito para melhorar a aprendizagem dos alunos e as condições de trabalho para os professores”, comemora.

A Escola Estadual Dona Rosa da Fonseca foi a segunda contemplada com a inspeção. Batizada com o nome da mãe do primeiro presidente do Brasil, a unidade tem cerca de 550 alunos matriculados no ensino médio. Todos, na modalidade integral, com aulas pela manhã e pela tarde. A diretora Anete de Lima considera a visita da Seduc essencial para a resolução das necessidades da escola.

“Isso é tudo o que a gente estava aguardando. Agora vai ser resolvido o problema da climatização, com a instalação de condicionadores de ar nas 15 salas de aula, a construção do muro de proteção nos fundos do prédio e o ajuste de uma queda d’água que vinha da rua pra cá. Além disso, ainda vamos ter a melhoria da estética da escola, que estava precisando de uma revitalizada. Estamos muito felizes”, reforça.

Massagueira

A terceira e última etapa da inspeção em Marechal foi na Escola Estadual José Correia da Silva Titara, no povoado Massagueira. A unidade foi construída há um ano e tem 450 alunos no ensino médio e na EJA. As 12 salas de aula já são climatizadas e a unidade ainda tem um ginásio poliesportivo (com quadra de basquete nas mesmas dimensões da NBA, a liga nacional de basquete dos Estados Unidos) e um campo de futebol Society, para as atividades físicas dos estudantes.

“Aqui, será feita a descentralização de recursos, entre 80 e 120 mil reais, este ano, para adequação de detalhes na infraestrutura, como calhas, instalar tela de proteção no ginásio poliesportivo”, confirma o secretário.

O superintendente de engenharia e tecnologia da informação (Sueti), Gilson Menezes, diz que o levantamento das necessidades das escolas é permanente, o que garante a manutenção preventiva e a agilidade das obras.

“As melhorias já identificadas nas três escolas devem ser concluídas em até dois meses, beneficiando toda a comunidade escolar. Essa celeridade vai ser possível graças a um novo sistema construtivo adotado pela Seduc”, ratifica.

Parceria

O prefeito da cidade, Cacau, acompanhou as visitas e garantiu que a Prefeitura de Marechal Deodoro vai contribuir para a realização das benfeitorias. Para ele, a colaboração do Estado é fundamental para impulsionar a educação do município.

“Essas melhorias vão garantir que as escolas tenham condições de receber os alunos de forma presencial, quando as condições sanitárias e de saúde permitirem. A gente vai ter um ambiente atrativo e favorável. A educação não pode parar, pois é a base de uma mudança da sociedade”, reforça o prefeito.

A inspeção contou ainda com a presença do secretário executivo de gestão interna, Carlos Accioly; do chefe de gabinete, Rômulo Sales e da gerente da 1ª Gerência Regional de Educação, Lidiana Costa.